Quando as pessoas ouvem a expressão “toxina botulínica”, logo remetem a procedimentos estéticos injetáveis usados para tratar as rugas na testa, linhas ao redor dos olhos e da boca, ou então ao uso para a diminuição da transpiração excessiva. Porém, um novo estudo sugere que as pessoas com acne podem também se beneficiar de injeções de Botox, segundo o Medical Daily.

Não há muitos médicos que usam a toxina para tratar o problema de pele, mas um cirurgião plástico de Chicago acredita no procedimento e publicou um estudo sobre o assunto no Journal of Drugs in Dermatology. Segundo ele, em vez de utilizar toxina botulínica do tipo A para paralisar os músculos que provocam rugas na face, o médico injeta a toxina na pele para o tratamento da produção de sebo (também conhecido como óleo) e poros de grandes dimensões, estes por sua vez, reduzem a quantidade de acne.

O médico disse que a nova técnica só é praticada no tratamento da acne em indivíduos que têm mais de 20 anos de idade, já que não é um procedimento adequado para aqueles que ainda estão na adolescência. “As mudanças hormonais são permanentemente susceptíveis”, disse o médico sobre os pacientes tratados por ele. “Para eles, a toxina botulínica é o mais seguro e eficaz tratamento disponível”.

O júri ainda não tem uma posição sobre a efetividade das injeções para o tratamento da acne, mas há várias opções de tratamento – por exemplo com lasers – para aqueles que têm problemas de pele uma vez que tratamentos por conta própria não dão resultados. Alguns cuidados com a pele como o uso de tratamentos faciais, microdermoabrasão ou peeling químico também ajudam no combate à acne.

Lembre-se sempre de recorrer a um especialista em cirurgia plástica ou dermatologista quando estiver em busca de tratamentos mais agressivos para a sua pele.

Fonte: ASAPS