Tudo bem, nem tudo que reluz é ouro…mas a gordura amarelinha dessa foto valeu como ouro,na minha última cirurgia!

Hidrolipo + enxerto de gordura em glúteo + rejuvenescimento vaginal + ninfoplastia+ prótese de silicone

Na foto : Momento da hidrolipo.

Cirurgias plásticas combinadas: O instrumento na minha mão é uma cânula, aspirando a gordura que passa pela mangueira e vai ser coletada em um frasco.

Cirurgias plásticas combinadas: O instrumento na minha mão é uma cânula, aspirando a gordura que passa pela mangueira e vai ser coletada em um frasco.

 

Mais um dia de cirurgias plásticas combinadas

Minha paciente é uma mulher de 49 anos, funcionária pública. Ela se incomodava com o formato do bumbum e da perda de volume da vagina, que segundo ela, gerava um constrangimento durante a relação sexual. Desejava também aumentar o volume dos seios mas buscava algo mais discreto. Com 1,64m, 56kg, busto 83cm, cintura 70cm e quadril 93cm, seria um desafio a cirurgia. Motivo? Paciente magra, com pouca gordura pelo corpo…como disse no início, cada gotícula de gordura aspirada valeria como ouro nessa cirurgia!

Começamos pela hidrolipo nos flancos, abdome, dorso e culotes. Cerca de 200ml de gordura foi colocado em cada glúteo – na região lateral- p/ criar um aspecto mais arrredondado e no centro do bumbum – buscando projeção.

Fomos a região da genitália – ninfoplastia ressecção de parte do pequenos lábios vaginais e a tão esperada enxertia de gordura nos grandes lábios. O resultado? “Nossa, mas ficou tão bom!”- disse uma das mulheres presentes na sala de cirurgia. Aquele aspecto de “murchinho” já não existia mais!!!!

A mama? Simples, uma prótese cônica de 260ml, de projeção baixa (ficou mais discreta), aumentando o tamanho do busto p/ 90cm.

Sobre o rejuvenescimento vaginal:

Diversos tratamentos existem para melhorar o aspecto e a função da região genital feminina, desde peelings, cremes clareadores em casa e lasers ( esses últimos feitos pelo meu dermatologista), ninfoplastia e a perineoplastia. A perineoplastia é indicada para reaproximar os músculos vaginais que devido a partos normais repetidos e/ou envelhecimento podem se afastar, levando a incontinência urinária e perda de atrito na região, ocasionando, as vezes, flatos durante o ato sexual e dificuldade no orgasmo. (Essa cirurgia é realizada pela gineco –obstetra da minha equipe).

Sobre o enxerto de gordura: ⠀ ⠀ ⠀ ⠀ ⠀ ⠀

Normalmente utilizamos o termo lipoescultura quando reinjetamos a gordura aspirada no corpo, para modelar uma região. Melhorar a face, glúteos, mamas ou após queimaduras e tratamento de cicatrizes, são alguns dos tratamentos onde podemos utilizar a gordura do próprio corpo.
Diversas vantagens existem no enxerto de gordura, sendo o principal, a vantagem de ser um material da própria paciente ( não podemos utilizar de outra pessoa!!), que não sofrerá rejeição. As duas principais desvantagens: o maior risco de embolia gordurosa e a reabsorção posterior, que pode chegar até 40% do volume.