“Nada é perda de tempo se você usar a experiência sabiamente. ” – Rodin

Minha paciente de hoje foi uma mulher de 24 anos, mãe de um filho, tinha colocado uma prótese há 2 anos com outro médico. Na época , ela realizou uma mastopexia em “T’’. Procurou-me insastisfeita com a cicatriz da mama, que estava muito alargada (todos os pontos, segundo ela, abriram e demoraram mais de 30 dias para cicatrizar). Queixava-se também de dores na mama ( que ela achava ser devido a cicatriz) e endurecimento nos últimos 6 meses. Ela deseja apenas refazer toda a cicatriz. Solicitou-me uma hidrolipo de culotes e lateral do quadril, além de uma blefaroplastia superior, pois achava que estava com muito excesso de pele, dificultando a maquiagem , além de estar pela manhã com o aspecto de olhos cansados, pesados.

 

Cirurgias plásticas combinadas. Hidrolipo em culotes, lateral de quadril, Lipoescultura de glúteo, enxerto de gordura, Mastopexia + Blefaroplastia

 

Sobre as cirurgias plásticas:

Nas mamas, identifiquei uma contratura capsular, grau 3, com indicação de trocar as próteses. Mudamos de uma prótese texturizada p/ uma prótese de poliuretano ( menor chance de uma nova contratura capsular) e de 275ml para 375ml. O modelo, seria o redondo mesmo, mas dessa vez uma extra-alta, pois ela queria o colo o mais marcado possível.
⠀ Na cintura, após uma análise, percebi que somente uma hidrolipo não atingiria o resultado esperado pela paciente e indiquei uma lipoescultura (enxertar a gordura) de glúteos associada.
⠀ Nas pálpebras, apesar da paciente ser jovem, havia sim um grande excesso de pele. A causa provável era a sua pré disposição genética e o quadro de rinite alérgica mal tratada, que com o edema recorrente, levou a essa distensão da pele.